Carreira

UM ROMANCE BEM ESCRITO

Na IdealTV, entrevistando Sergio Chaia, então presidente da Nextel: início de tudo
Na maior parte das quase duas décadas em que trabalhei na Abril, cumpri um mesmo ritual: todo ano, se a empresa não me oferecesse um treinamento, eu fazia por minha conta. Assim, conquistei a bolsa de um ano na Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, fui para um Business Journalism Seminar no Insead, na França, encarei a pós em marketing na ESPM, para citar alguns. O mestrado em administração strictu sensu, porém, não cabia na rotina atribulada das redações.
Quando eu sai da Abril, em julho de 2009, eu não sabia ainda o que queria fazer profissionalmente. A única certeza é que eu queria estudar. Por isso, uma das primeiras coisas que fiz foi me inscrever no processo de seleção para o mestrado da FEA-USP, o que significou fazer as provas da Anpad (português, inglês, raciocínio lógico, raciocínio analítico e raciocínio quantitativo), provas específicas da FEA, escrever o projeto, encarar a entrevista com a banca de seleção. Iniciei o processo em agosto; recebi a resposta positiva no começo de dezembro. Alguma chance de eu fazer tudo isso trabalhando? Nenhuma.

A professora Tania Casado, grande especialista em carreira, com linhas de pesquisa dentro e fora do país, me acolheu no seu time de orientados – e isso fez toda a diferença. Como minha orientadora, foi ela quem viu valor nas 71 entrevistas com presidentes de empresa que eu havia feito nos tempos da IdealTV. Foi ela também que, numa aula para a turma de mestrado, citou a jornada do herói , a teoria de Joseph Campbell que eu imediatamente adotei como guia na investigação científica necessária ao mestrado.

E, assim, sem emprego e com tempo sobrando, pude (1) estudar álgebra e geometria – entre outras coisas – para a prova da Anpad, (2) entrei no mestrado, (3) pesquisei a carreira de presidentes de empresas; a pesquisa (4) embasou a dissertação defendida em 2012, que deu os (5) elementos para o livro O chamado e que está no coração deste (6) projeto multimídia com blog, vídeos e etc.

No calor dos acontecimentos, é muito difícil perceber um encadeamento tão perfeito de fatos. Mas foi assim que eles aconteceram comigo – e, se você observar, acontece com você também o tempo todo. No livro A jornada do Herói – Joseph Campbell – Vida e Obra (Editora Ágora), lançado no Brasil com o patrocínio da Natura, Phil Cousineau, organizador dos textos, escreve que Joseph Campbell costumava olhar para trás “examinando sua vida como Schopenhauer: para o qual uma vida bem vivida deveria aparecer, em retrospectiva, como se fosse um romance bem escrito”.

O que contei aqui é apenas parte do meu romance dos últimos anos – ainda nem falei da Jabuticaba Conteúdo, que nasceu enquanto tudo isso estava acontecendo. É assunto para o próximo blog.

Maria Tereza Gomes

É jornalista e entrevistou 72 presidentes de empresas para o programa Trajetória Ideal, exibido pela IdealTV entre 2007 e 2009.

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR DE:
No Comments

Deixe um comentário



+ 1 = três

Sobre

Maria Tereza Gomes

Maria Tereza Gomes Gomes mariatereza

Jornalista com 30 anos de experiência em jornal, internet, revista e televisão.

Leia Mais

Últimos Posts

CATEGORIAS